sábado, 9 de março de 2013

Dica do Dia: Mexa-se !!!


Beijos minha gente querida =)
Bom sábado........
bjs.



Vc sabia que:

O grande aliado do processo de emagrecimento é a prática do exercício físico. Engordar é o resultado de um desequilíbrio energético entre o que se ingere e o que se gasta. Exercitando-se mais ou fazendo mais atividade física, a balança pende para eliminação da gordura estocada “desnecessariamente”, facilitando o emagrecimento.

Quando queremos perder peso é bom identificar exercício físico como fonte de endorfina. Esta é uma substância natural que o próprio organismo produz quando praticamos exercícios físicos dentro de um limite saudável. É uma espécie de morfina natural que interage com a serotonina, a responsável pela sensação de bem-estar, que ajuda a contrabalançar com as angústias que as restrições alimentares impostas pela dieta podem suscitar.

Estabelecer um desafio a superar pode ser um estímulo
É comum as pessoas utilizarem “recursos anestésicos” para suportar dores… como, por exemplo, as exclusões geradas por uma sociedade lipofóbica. A comida, então, pode atuar como um anestésico?!

Outro fator presente no sucesso para atingir um peso saudável pode ser o peso/papel de um desafio, enquanto estímulo para a transformação corporal, atuando como uma meta. Por exemplo, conseguir jogar futebol com o filho... Sem esquecer a supremacia da importância do desejo sobre todas as outras variáveis, já que sabemos que o ser humano caminha na direção do seu desejo. Daí a importância de se descobrir qual é o nosso desejo!

É difícil mudar hábitos em geral e, em especial, hábitos alimentares. Criam-se muitas desculpas para justificar a não mudança. Essa dificuldade está atrelada, no caso da alimentação, à questão da compulsão alimentar. A compulsão é um conceito da psicanálise que diz respeito à repetição de atos ou pensamentos que vão na direção contrária às decisões e aos desejos conscientes dos sujeitos. A compulsão tem sua origem no inconsciente, tal como foi descoberto por Sigmund Freud.

Perder peso é ganhar saúde
E por sua vez, a compulsão alimentar, aparentemente “tão prazerosa”, pode esconder muito desprazer. A compulsão alimentar é a grande vilã da obesidade, e, como nos diz o próprio Freud, tem um “caráter demoníaco”, presente na perda/falta de controle, transformando-se numa má conselheira na tomada de decisões. É indicado, portanto, buscar trabalhar na direção da adesão a novos hábitos, evitando retomar os antigos “supostos prazeres”, que eram entendidos como “hábitos”.

E, concordando com Dr. Alfredo Halpern, o segredo do emagrecimento saudável está no equilíbrio, aprendendo a trocar quantidade por qualidade e evitando a radicalidade. Tem que poder comer de tudo! E para emagrecer não se deve fechar a boca, mas aprender a mantê-la aberta. A perda de peso é um ganho de saúde!

Dirce de Sá Freire
Doutora em Psicologia Clínica pela PUC-RJ (2002)

Um comentário:

  1. É isso aí, mesmo, temos que nos mexer ! Beijo e bom findi.

    ResponderExcluir