sábado, 3 de agosto de 2013

Livro da Semana: No Mundo da Lua

Este livro trata de crianças, adolescentes e adultos que têm dificuldade de atenção.

 É comum 
dizer que eles vivem no mundo da lua, isto é, parecem estar sempre pensando em

outra coisa quando se fala com eles, quando estão estudando ou lendo quando estão

trabalhando, enfim, em uma grande variedade de situações. Aborda os sintomas do

Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade e fornece algumas orientações para

quem tem ou lida com este transtorno em Crianças, Adolescentes e Adultos.
Autor: Dr. Paulo Mattos
ABDA. – 13ª Edição.
Número de páginas: 196.



Bom, até parece que hoje em dia virou MODA taxar qualquer criança mais “espevitada” , danada, inquieta de hiperativa, né? Mas esse assunto vai muito além das meras especulações, e como apaixonada pela psicologia, e pesquisa cientifica em geral, curiosa por natureza, gosto de entender melhor sobre do que tratam certas controvérsias.  Como mãe, de um filho de sete anos, em idade escolar, fase de alfabetização e também não muito diferente de muitos por ai, que também dá trabalho, teima, sobe e desce nas horas mais inconvenientes, nada como ESTUDAR, conhecer o tema...

Encontrei as primeiras referencias sobre NO MUNDO DA LUA, no site de TDAH, www.tdah.org.br
( recomendo a visita ao site, pois lá tem muitas outras informações importantes para quem quer conhecer mais sobre o assunto, tanto para pacientes, crianças, pais, e médicos ).  


O livro é bem dividido em perguntas e respostas, assim torna a leitura mais atrativa, especialmente a quem tem déficit de atenção, vem dividido em introdução, Os sintomas, As causas do TDAH, Crianças e adolescentes em casa, O estudo em casa, A escola, O TDAH na vida adulta e o Tratamento.
Na realidade ainda existe muito preconceito e desinformação por parte de pais, profissionais da educação nas escolas e até alguns médicos, quanto ao que realmente é o TDAH – Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade, mas é fundamental saber que o problema EXISTE SIM, não é uma doença inventada, não é modismo.

 “Desejar tratar o DTAH é querer que seu filho compense deficiências (todo mundo consegue prestar atenção e ficar sentado, concentrado, menos ele) e fique em pé de igualdade com os demais. É querer que ele realmente possa se desenvolver como os outros.” Pag.21.



Porém faz-se fundamental para a boa orientação, diagnostico e tratamento, buscar a ajuda profissional adequada, de profissionais especialistas em TDAH, não adianta buscar clínicos, psicólogos ou outros médicos que não tenham essa especialização, visto que será PERDA DE TEMPO e dinheiro.
Busque a orientação correta. Os especialista que tratam de crianças e adultos com TDAH são psiquiatras e psicólogos com especialização no assunto. Pois o diagnostico é feito puramente por exames e avaliações clínicas, não existem exames laboratoriais ou semelhantes que possam diagnosticar. Pag.56.



“O TDAH de uma vez por todas, não é secundário a problemas com mãe, pai, avô, ou quem

quer que seja não é um conflito inconsciente de medo do sucesso, nem é um problema de

personalidade, não é uma tentativa inconsciente de se boicotar e muito menos ainda uma

forma diferente de lidar com o aprendizado ou com o mundo. É um transtorno com forte

influência genética em que existem alterações no sistema nervoso.” Pag. 60.

É desafiador, e muitas vezes cansativo lidar com um filho ou parente com TDAH, mas

existem muitas maneiras de se ajudar o portador do déficit e uma das primeiras formas é

INFORMAR-SE sobre o que exatamente é o TDAH, como se manifesta e é importante

aceitar como um problema real que merece cuidados especiais e que não é resultado de um

temperamento difícil ou teimosia.

os bons resultados. 


O ideal não é dar a todo mundo a mesma coisa, mas é dar a qualquer um o que cada um PRECISA. Pag.140.


Muito interessante o livro!
Esclarecedor.
Sandra Falcão.

6 comentários:

  1. Amiga estou perdidinha, nada que eu faço dá resultado. :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Força ai Sandrinha, estamos juntas nessa luta =)

      Excluir
  2. Olá Sandra super legal seu blog com ótimo conteúdo gostaria de lhe dar os parabéns e desejar sucesso aqui no seu espaço e que DEUS ilumine ricamente e abundantemente sua vida e a de seus familiares
    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  3. Este livro é ótimo. Me ajudou muito.
    Lília Valença

    ResponderExcluir
  4. Amiga, não tinha lido isto ainda ! Sabemos o qto é difícil um bom diagnóstico, e principalmente aceitarmos ! A informação é tudo! Mas o que importa é fazermos de tudo pelo bem-estar de nossos filhos! Bjos

    ResponderExcluir
  5. Amiga, sabemos o qto é difícil lidar com esses problemas, principalmente quando se trata de nossos filhos! O quanto é difícil encontrarmos um bom profissional , que faça um diagnóstico correto! O qto é dificil aceitarmos o diagnóstico e principalmente o tratamento! A informação é tudo! O mais importante é fazermos de tudo para o bem-estar dos nosso filhos! Bjs

    ResponderExcluir